Dicas

Avaliação de candidatos: 4 dicas para não errar na contratação

contrataçao
Escrito por Fluenglish

A seleção de talentos para a formação de uma equipe deve ir além das entrevistas. É muito importante, por exemplo, realizar a avaliação de candidatos por meio da aplicação de testes de recrutamento online. Isso pode facilitar a tomada de decisão na hora de contratar o candidato mais qualificado para ocupar a oportunidade oferecida, bem como garantir que sua empresa obtenha melhores resultados a longo prazo.

Pensando nisso é que preparamos este conteúdo que traz quatro dicas para você não errar na hora de avaliar e, possivelmente, contratar os candidatos. Confira!

1. Aplique testes de conhecimentos específicos

Atualmente, muitas empresas vêm adotando a aplicação de testes de conhecimentos específicos em seus processos de seleção de candidatos. Em suma, esses testes são compostos por matérias básicas, como português, raciocínio lógico e atualidades, e específicas, orientadas, portanto, para a oportunidade ofertada.

Essa é uma forma de realizar a avaliação de candidatos e garantir que a empresa saiba se ele conta com conhecimentos básicos e essenciais para o desenvolvimento eficiente e produtivo da oportunidade.

2. Aplique teste de conhecimento em línguas

Não menos importante que os testes anteriores citados é o de conhecimento em línguas. Atualmente, a maioria das empresas exige que o candidato tenha conhecimento intermediário ou avançado em uma língua (inglês é a mais pedida, normalmente).

Afinal, estamos vivendo a era da globalização, momento em que muitas das técnicas ou informações são intercambiadas entre países, de maneira que é de fundamental importância que o candidato domine ao menos uma língua para trazer as inovações de fora para a empresa.

Uma forma de avaliar a proficiência de um candidato em determinada língua é aplicando testes que exijam conhecimentos linguísticos orais e escritos.

3. Aplique teste de conhecimentos técnicos

O teste de conhecimento específico é diferente do teste de conhecimento técnico. O primeiro, como já citado, envolve normalmente a teoria, enquanto o segundo foca em exigir do candidato conhecimentos técnicos da área.

Por exemplo, caso o posto de trabalho seja na área de licitação, vale a pena saber se o candidato possui competência técnica para avaliar os editais de licitações públicas e formular uma proposta que faça a empresa ser selecionada entre as concorrentes.

4. Aplique teste de avaliação comportamental

Por fim, para não errar na contratação, aplique um teste de avaliação comportamental. Basicamente, trata-se de um teste que objetiva verificar o comportamento do candidato diante de determinados cenários ou situações.

O teste de avaliação de comportamento possibilita a empresa saber se o candidato possui comportamentos que são apreciados por ela, como liderança, capacidade de iniciativa, capacidade de ter um bom relacionamento interpessoal, cooperação, colaboração etc.

Agora que você conhece algumas dicas para não errar na contratação, nem na avaliação de candidatos em seu processo de seleção, adote-as e aumente as chances de sua empresa realizar a contratação do profissional ideal, que possa fazer seu negócio alcançar com maior velocidade seus objetivos.

5. Defina o perfil do profissional que você procura

Um dos primeiros passos para não errar ao contratar um funcionário, é definir qual é o perfil do profissional que você procura e quais os requisitos básicos para o preenchimento da vaga. Assim, a empresa fará uma escolha mais assertiva, alinhando o candidato à vaga, procurando pessoas que tenham o maior número de compatibilidade possível com o cargo em aberto.

6. Estabeleça um formato para o processo seletivo

Planejar toda o processo de seleção é importante para agilizar o seu andamento. É importante definir como serão os procedimentos e pensar em todos os detalhes. A própria empresa que a realizará ou terceirizará o serviço? Quais serão as etapas e os prazos para que ela aconteça? Defina todos os detalhes. Prepare com antecedência todo o material que será necessário para o processo seletivo. Além disso, escolha um local adequado para realizar a seleção.

7. Faça uma checklist com informações relevantes

Muitas vezes, durante a entrevista, são tantas as informações que devem ser extraídas do candidato que, caso você não tenha um roteiro, é possível que algumas questões fiquem para trás. Para evitar isso, faça um checklist com tudo o que você precisa abordar para que, na hora do encontro, você não se esqueça de nada.

8. Foque nas competências do candidato

Para verificar se o que o candidato diz coincide com as suas atitudes, procure criar situações hipotéticas e perguntar como ele agiria. Além disso, pergunte sobre a parte prática do seu trabalho e do seu dia a dia. 

Por exemplo, peça para ele falar sobre como evita conflitos no trabalho, de uma situação em que foi chamada sua atenção e o que ele aprendeu com aquilo e o que faria para resolver um determinado problema. Além disso,questione-o sobre assuntos técnicos para verificar se ele tem o conhecimento necessário para ocupar o cargo.

9. Fique atento aos detalhes ao contratar um funcionário

Alguns pequenos detalhes podem fazer diferença na hora de contratar um funcionário. Por isso, não se esqueça de confrontá-lo sobre as experiências relatadas no currículo. Além disso, observe a coerência das respostas dadas e, ainda, certifique-se de que o candidato não tem dúvidas sobre vaga e suas atribuições, assim você evita mal entendidos. 

Outro ponto importante é buscar conhecer as qualidades e os defeitos do profissional. Afinal, existem aqueles que são aceitáveis, porém, outros podem prejudicar desenvolvimento das atividades.

Faça seu teste de proficiência com a Fluenglish. Aqui, aplicamos testes personalizados de acordo com seu nicho de mercado, para que assim contrate o profissional certo, que possa fazer diferencial em sua empresa. Acesse nosso site e saiba mais!

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter