Carreira

Gestão de equipes: 10 segredos para encantar funcionários

Gestão de equipes
Escrito por Fluenglish

Fazer a gestão de equipes é uma tarefa desafiante, mas pode também ser muito recompensadora. De toda maneira existirão obstáculos a serem superados e problemas a serem resolvidos.

Para conseguir se sair um pouco melhor nesta função listamos as melhores e mais eficientes dicas para encantar seus funcionários. Confira!

1. Ofereça possibilidade de crescimento real dentro da empresa

Todo funcionário tem ambições e desejos e é muito importante que você entenda que muitos não irão querer passar o resto da carreira desempenhando uma mesma função.

Um bom mapeamento do fluxo de crescimento e evolução na carreira é algo primordial para o negócio que deseja reter seus melhores talentos.

Caso o colaborador não consiga ver claramente quais as opções para o desenvolvimento da sua carreira dentro da empresa, fatalmente, em algum momento ele irá começar a buscar isso fora e você irá precisar fazer uma nova contratação.

2. Disponibilize conhecimento

Funcionários estagnados no tempo ficarão cada vez mais obsoletos e não oferecerão muitas contribuições significativas para a sua empresa, além do trabalho rotineiro que já estejam conseguindo desempenhar.

Abrir as mentes dos colaboradores ajuda a favorecer a inovação e melhoria de processos dentro da empresa. Por isso é muito bom que se mantenha uma rotina com palestras, workshops e outros tipos de treinamentos.

3. Deixe os funcionários participarem da gestão da empresa

Um dos maiores erros que um gestor pode cometer é subjugar seus funcionários. Trabalhar em ocupações de baixa complexidade ou ter como característica de personalidade a timidez, não serve como parâmetro para mensurar a competência e o grau de entendimento de um colaborador em relação às diversas situações pelas quais a empresa passa.

Por isso, e também para que se sintam parte integrante e viva da organização, é bom dividir algumas conversas sobre os rumos da empresa e os caminhos que estão sendo tomados.

Mesmo se alguns não quiserem participar mais ativamente deste processo, ao menos se sentirão valorizados como integrantes da equipe da empresa e não somente como recursos alocados pela instituição.

4. Crie diferentes formas de bonificação

Funções diferentes, desafios diferentes e momentos diferentes requerem bonificações também diferentes.

Avaliar o pagamento de comissões, metas e outras formas de pagamentos a partir de ângulos distintos é muito bom para fazer seu time se reinventar.

Existem algumas empresas que gostam de fazer uma composição bem alternada na hora de remunerar seus colaboradores e talvez seja interessante você também pensar sobre isso.

Você pode utilizar, por exemplo, a participação nos lucros, o cumprimento de metas individuais ou por equipes e as bonificações por superação de expectativas.

5. Comemore as conquistas

Se ao atingir bons resultados somente o pessoal da diretoria e participantes da alta hierarquia da empresa comemoram, há uma desvalorização do funcionário que trabalhou no auxílio para o alcance da meta.

As conquistas de um negócio envolvem o trabalho e suor de todos os colaboradores da empresa e assim, é justo e de bom senso que todos possam comemorar.

Envolva todos os colaboradores na hora de comemorar as boas notícias, mostre a eles que seu esforço faz realmente a diferença e retenha talentos.

6. Divulgue claramente os objetivos a serem atingidos

Quando os funcionários compreendem quais as metas a serem atingidas pela empresa, eles conseguem visualizar qual a parte do trabalho que lhes é destinada e notam que cada pessoa tem que realizar a sua tarefa da melhor maneira possível para que todos tenham êxito.

Essa visão mais ampla do serviço a ser feito ajuda inclusive para que os trabalhadores desenvolvam seu olhar crítico e proponham novas ideias.

Para isso, deixe todos da equipe bem informados sobre quais as estratégias de desenvolvimento buscadas e os próximos passos a serem dados por seus departamentos.

7. Defina papéis e responsabilidades

Para que possam ser devidamente cobrados por suas responsabilidades de uma maneira profissional e não opressora é muito importante que cada colaborador tenha sido informado previamente e de forma bastante clara a respeito do que se espera dele.

Assim, com tudo conversado e bem estabelecido, a hora da cobrança vai se tornar menos estressante e mais profissional.

Caso exista a necessidade de algum tipo de ajuste, tente flexibilizar e avalie a possibilidade de uma redistribuição de responsabilidades diferente da proposta no plano primário.

Cabe ainda a alternativa de trabalhar com grupos interdisciplinares com lideranças alternadas entre os próprios componentes do grupo para ir testando e estimulando a participação de todos.

8. Mantenha uma boa abertura para o diálogo

Deter a confiança dos liderados é um desafio e um grande trunfo para todo gestor, mas para conquistá-la é necessário estar disponível para ouvir.

Ao falar em estar disposto a escutar, isso significa mesmo ter a disposição para ajudar e buscar uma saída satisfatória para problemas apresentados pela sua equipe.

Um envolvimento de verdade com seu pessoal cria laços mais fortes de confiança e fidelidade.

Por isso, se você anda tendo mais notícias da sua equipe por meio de fofocas e conversas de corredor, é melhor se disponibilizar mais para o diálogo.

9. Cuide dos conflitos

Um ambiente no qual existem pessoas de diversas culturas e formações trabalhando juntas, provavelmente será palco de algumas disputas, desentendimentos, possíveis brigas e discussões.

Não existe uma fórmula capaz de evitar estes atritos. Contudo, é necessário que o gestor esteja disposto a solucionar estes problemas e tentar garantir um clima de trabalho emocionalmente saudável.

Sendo profissional, sem proteger nenhum funcionário e com serenidade, entenda bem as situações e acorde com as partes envolvidas qual será a postura tomada para conseguir sanar as dificuldades de relacionamento que estejam impedindo seu time de ser mais cooperativo.

10. Abrace as diferenças

Equipes com pessoas de perfis diferentes são ótimas oportunidades para desenvolver e aprimorar o relacionamento, além de serem ótimos ambientes para o aprendizado pessoal e profissional.

Se você tiver funcionários com idades diferentes, formação, credos, etnias, níveis sociais, culturas, gêneros e perfis psicológicos, tire vantagem deste grupo.

Além de ser politicamente errado e extremamente equivocado oferecer tratamentos distintos a pessoas por qualquer que seja o motivo, se você conseguir acolher bem a todos do seu time, verá como a interação entre eles também será melhor.

O desafio de fazer uma gestão de equipes de maneira produtiva e responsável é grande, mas, as recompensas também são.

Agora é a sua vez de cuidar de sua equipe. Para mais dicas como estas, curta a nossa página no Facebook!

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter