Inglês Corporativo

Negócios em inglês: aprenda como negociar!

Negócios em inglês.
Escrito por Fluenglish

Repetir que a fluência em inglês é fundamental para quem atua no mercado globalizado parece desnecessário, mas é sempre bom lembrar. Na verdade, para quem trabalha na área de negócios, o diferencial no currículo passou a ser o Business English e o jargão utilizado no universo corporativo.

Mais do que falar a língua inglesa, quem quiser se sobressair precisa aprender a fazer negócios em inglês. Então, não perca tempo e leia o nosso post, pois temos ótimas dicas para quem quer aprender a negociar em inglês!

1. Como otimizar seu aprendizado

Conheça o jargão dos negócios em inglês

Muitas expressões e termos em inglês já estão incorporados à linguagem do mundo empresarial e são conhecidos por quase todos os que atuam na área de negócios. Ou seja, já fazem parte do jargão corporativo e são usados e entendidos com naturalidade.

Você, provavelmente, já ouviu falar em feedback, budget, business meeting, cash, coaching, compliance, commodity, facilities, factory e tantos outros. Isso sem mencionar siglas, como CEO, B2B, C2C etc.

Então, para se sair bem ao fazer negócios em inglês, é importante prestar atenção e praticar o uso da terminologia adequada para sua área de atuação.

Em uma reunião de negócios, K.I.S.S.

Não, não é para demonstrar intimidade e nem distribuir beijinhos. Pelo contrário, em uma reunião de negócios, um nível de formalidade é o que se espera.

Na verdade, KISS é um acrônimo em inglês para um conhecido princípio que recomenda simplicidade e que pode ser aplicado em qualquer projeto. O acrônimo significa “keep it short & simple”, apesar de algumas pessoas dizerem, em tom de brincadeira, que o real significado é “keep it simple, stupid!”.

De qualquer forma, ao usar o inglês para negócios, o melhor é manter a linguagem simples, com frases curtas, claras e objetivas. Assim, evita-se ambiguidade na comunicação das ideias, o que pode prejudicar o bom entendimento entre as partes.

Na dúvida, pergunte

Exatamente para evitar algum mal-entendido prejudicial à condução dos negócios, é preciso perguntar e pedir esclarecimentos sempre que necessário. Afinal, o inglês não é sua língua nativa, e é perfeitamente natural que você tenha dúvidas durante a conversa.

Uma boa dica é repetir o que o interlocutor falou e pedir para confirmar se você entendeu bem, usando expressões como “Do you mean […]? What you are saying is that […], right?”.

Especialize-se em sua área

Oxford English Dictionary lista mais de 170 mil palavras inglesas em uso e cerca de 47 mil termos obsoletos. Obviamente, dominar todo o vocabulário de inglês é missão impossível até para os nativos.

Então, o ideal é manter o foco nos termos mais utilizados em sua área específica, já que o inglês será sua ferramenta de trabalho.

Filmes e séries de TV, além de livros, são preciosos instrumentos para quem quer ampliar o vocabulário para negócios em inglês e se divertir ao mesmo tempo. Na sequência do nosso artigo, vamos dar sugestões de ótimos filmes e livros para incrementar seu aprendizado.

2. Filmes para aperfeiçoar o inglês corporativo

Wall Street – Poder e Cobiça

Um jovem corretor da bolsa de valores, interpretado por Charlie Sheen, está disposto a fazer qualquer coisa para chegar ao topo. Michael Douglas interpreta o inescrupuloso homem de negócios, que usa o jovem para seus propósitos.

Um clássico de 1987 que deu fama a expressões como “Greed is good” e “Lunch is for wimps” — terminologias de negócios e bolsa de valores.

À procura da felicidade (The pursuit of happyness)

Will Smith interpreta um vendedor (pai solteiro) que luta para vencer a dura competição no mundo corporativo, enquanto cuida sozinho do filho. Muito bom para treinar o vocabulário de vendas e reuniões de negócios. Destaque para o simpático garotinho do filme, filho do ator principal também na vida real.

A propósito, o título original em inglês apresenta um misspelling intencional. Veja o filme e descubra o porquê!

O sucesso a qualquer preço (Glengarry Glen Ross)

O filme aborda a dura competição entre um grupo de corretores de imóveis, pois só os dois primeiros lugares seriam mantidos no emprego.

Reúne um elenco extraordinário, incluindo Al Pacino, Ed Harris, Kevin Spacey, Jack Lemmon, Alan Arkin e Alec Baldwin. Rendeu o Oscar de melhor ator coadjuvante para Al Pacino, em 1993.O filme apresenta terminologias de vendas no mercado imobiliário.

Amor sem escalas (Up in the air)

George Clooney vive um profissional que passa a maior parte do tempo em aeroportos e aviões, cruzando o país para fazer o que os patrões não têm coragem de fazer: demitir funcionários.

Boa dica para treinar terminologias de RH.

Como enlouquecer seu chefe (Office Space)

Uma comédia divertida sobre o trabalho em escritórios e o convívio entre colegas que precisam aguentar a pressão das chefias. O elenco inclui Jennifer Aniston em papel secundário.

Muito bom para treinar diálogos de escritório e terminologias de RH.

3. Livros para aprender inglês corporativo

Os livros também são fundamentais para aprimorar o vocabulário para negócios em inglês. Veja algumas obras bem recomendadas!

Business Grammar, Style & Usage (Alicia Abell)

Oferece instruções e técnicas fáceis para a comunicação escrita e falada no mundo dos negócios.

Business English at Work (Susan Jaderstrom e Joanne Miller)

Escrito em tom de conversação, o livro aborda situações cotidianas no ambiente de trabalho, como atendimento ao cliente, comunicações telefônicas e eletrônicas etc.

Let’s Speak Business English (Linda Cypres)

Guia de inglês para negócios direcionado a falantes não-nativos. Aborda linguagem para telefone, vendas, reuniões de negócios, viagens, etiqueta social etc.

Obras de John Grisham

O advogado americano John Grisham é um dos autores mais lidos do mundo. Seus livros abordam, principalmente, as questões jurídicas e o ambiente dos tribunais e das firmas especializadas em direito, sempre com muito suspense. São ótimos para aprender terminologias jurídicas.

Alguns dos livros mais famosos de John Grisham se transformaram em filmes em que o próprio autor foi o roteirista. Veja o filme ou leia o livro (no original, claro)!

Recomendamos: A Firma (1993), O Dossiê Pelicano (1993), O Cliente (1994), Tempo de Matar (1996) e O Júri (2003).

Como você pode ver, nosso artigo mostra que existem maneiras divertidas e proveitosas para praticar o vocabulário e treinar para fazer negócios em inglês.

Agora que você já sabe disso, aproveite para ler mais um ótimo post com frases úteis para negócios e reuniões!

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter