Dicas

Estudar inglês: Como otimizar o seu aprendizado!

Otimizar estudo de inglês.
Escrito por Fluenglish

Por Marianne Rampaso

Sorry…Mas a fórmula mágica ou o método ‘milagreiro’ não existem na realidade. Para aprendermos qualquer coisa – de inglês a construir navios – precisamos trilhar vários caminhos e, normalmente, nada acontece do dia para noite. Aprendizagem é um caminho sem atalhos.

Mas calma, não se desespere! Existem dicas que podem te ajudar no aprendizado, para que você possa otimizar seus estudos e aprender com mais qualidade.

Aqui vão algumas dicas para auxiliá-lo a trilhar esse caminho:

1- Trabalhar as habilidades específicas

Trabalhe habilidades como: fala, compreensão auditiva, leitura, vocabulário, gramática, escrita fora da sala de aula. Eu sei que na aula você já faz muita coisa, mas é necessária uma boa dose de iniciativa para buscar mais e assim tornar a sua aprendizagem mais efetiva.

Nesse post, resolvi reunir alguns recursos online gratuitos, afinal usamos a internet para várias coisas, por que não para aprender inglês? Cada uma desses recursos o ajudarão a desenvolver uma das habilidades necessárias para a fluência na língua inglesa.

Então vamos lá:

Speaking – habilidades de conversação

Falamos porque alguém falou conosco, porque interagimos com os outros desde que pudemos vocalizar os sons. Assim, vale tudo: da conversa em inglês no What´s up com o seu colega, sites na Internet, um amigo estrangeiro, enfim, tudo o que envolva a conversação. Já conhece o PenPal Chat city?  É só fazer um cadastro simples e encontrar pessoas do mundo todo para bater papo.

Listening – habilidades de compreensão auditiva

Possibilidades não faltam para essa habilidade: filmes, séries, vídeos, música, podcasts….Enfim, tem muita coisa de graça e disponível online. Dê uma olhada no ESL-lounge. Tem muita coisa legal lá! O You-tube tem muito conteúdo profissional, como palestras, treinamentos, aulas…Tudo free, é só clicar.

Reading e Vocabulary – leitura e vocabulário

Gosta de futebol, moda, culinária, fitness, etc? Que tal ler sobre os seus assuntos favoritos em inglês? Você lê sobre algo que lhe interessa, pratica a leitura e ainda aprende vocabulário novo! Três em um! Há milhares de publicações disponíveis online, sobre os mais variados assuntos.

A Magzus tem várias revistas de diversos assuntos diferentes e você pode ler tudo online. É claro que aqui também entram os livros, caso você goste. Para começar, opte pelos paradidáticos, com clássicos adaptados de acordo com o nível linguístico do aluno.

Veja as opções disponíveis da Oxford Bookworms e Richmond Readers. Eles estão à venda em livrarias especializadas em idiomas ou estão disponíveis na biblioteca da escola de inglês em que você estuda!

Para quem quer focar especificamente no vocabulário, que tal jogos de palavras online? A  Word Games tem uma série de jogos de palavras em níveis específicos. Quer saber como uma palavra específica é usada em um determinado contexto? Que tal ver como as pessoas a usam no CELV? É só digitar a palavra e acessar os vídeos em que as pessoas a usam.

Grammar – Gramática

A internet está repleta de sites legais que explicam a gramática e disponibilizam exercícios interativos. O Ego4u e Englisch-hilfen são super student-friendly e de acesso livre. Uma boa pedida é o site brasileiro Movie Segments to Acess Grammar Goals, que apresenta os itens gramaticais em trechos de filmes famosos. Show!

Writing – Escrita

Assim como a fala, aprendemos a escrever…escrevendo! E tudo é permitido para aprender: What´s up, Facebook, Twitter, mensagem para amigo, email no trabalho chamando o pessoal para almoçar, a velha carta, lista de compras e lembretes, enfim…Whatever you like! As opções online são várias também. O British Council tem muita coisa útil e prática em termos de escrita.

2- Aceitar que aprender exige tempo e paciência

Sei que não é novidade para ninguém, que o seu professor já deve ter falado isso, mas não tem jeito: a aquisição da linguagem leva tempo e requer dedicação de quem ensina e aprende.

3- Estabelecer padrões realistas para a sua aprendizagem

Ninguém mais cai naquela história de ‘aprenda inglês em 45 dias’….Concordo que é possível aprender alguma coisa em 45 dias, mas daí a dizer que dá para ser um intermediário nesse período de tempo, já é outra história.

O mais interessante é pensar no que você consegue fazer em inglês no seu trabalho com o que está aprendendo no curso. Esqueça os níveis de vez em quando e detenha-se nas tarefas práticas: usar o idioma para fazer alguma coisa útil para você.

4- Pesquisar sobre os professores ou escolas que mais se alinham com a sua necessidade específica

Não adianta nada precisar de Business English e procurar uma escola ou professor que não trabalhe com essa ramificação do inglês ou que não se disponha a personalizar o seu curso.  Sim, é possível montar um curso todo de acordo com as suas necessidades específicas, como a All About Idiomas.

Lembre-se sempre: professor é profissional, logo tem que ser qualificado e entender do ofício. Há várias opções no mercado em termos de escolas e professores. Busque por sua necessidade específica, pergunte, peça para ver uma aula, converse com as pessoas e fuja das propostas muito ‘baratinhas’, como normalmente se vê em alguns anúncios no LinkedIn. Aula ‘baratinha’ demais? Desconfie porque o serviço entregue terá o mesmo nível ‘baratinho’.

Aprendizagem não tem segredo e nem mistério, mas exige tempo, dedicação, pessoas comprometidas (professores e ALUNOS), respeito ao seu tipo de aprendizagem e ritmo e a velha e boa dose de paciência. No entanto, o esforço compensa no final!

Go for it!

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter