Inglês Corporativo

Saiba como aproveitar mais as aulas de conversação em inglês

Escrito por Fluenglish

Você já sabe que falar inglês nos dias de hoje é uma habilidade imprescindível, certo? Se sim, provavelmente também está ciente de que as aulas de conversação em inglês podem elevar sua carreira a um novo patamar, bem como te transformar em um profissional disputado pelas empresas.

Isso porque o inglês é a língua das relações comerciais e políticas em todo o mundo. Além disso, a maior parte das publicações científicas do planeta está disponível exclusivamente na língua inglesa.

Com tantas evidências, é natural que você tenha optado por fazer um curso a fim de obter fluência no idioma. Se for o caso, saiba que as aulas de conversação serão de extrema importância nessa missão, uma vez que representam a oportunidade de colocar em prática todo o conteúdo estudado com a orientação de um professor, aumentando assim sua capacidade de se expressar.

A seguir, separamos uma série de dicas fundamentais para que você possa soltar o verbo e aproveitar mais as aulas de conversação em inglês. Acompanhe: 

1. Supere a timidez

Muitas pessoas se assustam com a ideia de errar ao conversar em inglês publicamente, o que aumenta ainda mais o medo de tentar. No entanto, não deixe a vergonha impedir sua evolução. 

Saiba que erros são naturais e que você não será motivo de chacota por eventuais deslizes. O método mais eficaz para dominar um idioma é a prática constante, sendo as aulas de conversação excelentes chances de interagir com pessoas dispostas a dividir conhecimento.

Ao dar esse primeiro passo, você vai perceber que o processo se tornará menos penoso e que o domínio das estruturas para a construção de frases virá de forma gradativa. Lembre-se, também, de tirar proveito da presença do professor, cuja função é corrigir erros e dar orientações sobre os pontos a serem trabalhados.

Só há uma forma de aproveitar ao máximo sua aula de conversação: falar muito! Sendo assim, se você busca o primeiro emprego ou deseja uma recolocação profissional, a fluência em inglês é uma missão importante demais para permitir que a timidez se torne um empecilho. 

2. Fale sobre temas que você gosta

Aprender de forma prazerosa é algo que traz resultados satisfatórios. Dessa forma, músicas, livros e obras audiovisuais são ótimas maneiras de conciliar diversão e aprendizado.

Discuta em sala de aula as letras de suas canções favoritas, comente sobre bons livros e indique os filmes que considera essenciais. Esses são assuntos que geralmente resultam em agradáveis conversas, nas quais todos falam sobre as coisas que gostam e desenvolvem suas habilidades com leveza.

Se você é um adepto das séries e está procurando alguma que possa contribuir com seus estudos, vale a pena conferir nossas dicas de séries para aprender inglês.

3. Leia, escute e escreva

As aulas de conversação são planejadas com foco na fala, mas isso não significa que devemos negligenciar as habilidades de leitura, escrita e compreensão. Essas são importantíssimas na fixação de conceitos, na expansão do vocabulário e no contato com expressões importantes, que vão enriquecer sua capacidade de se expressar oralmente.

A leitura possui papel fundamental no aprendizado de uma nova língua. Por esse motivo, leia todo tipo de material em inglês que chegar às suas mãos. Na internet, por exemplo, é possível encontrar uma infinidade de conteúdos interessantes. 

Por fim, tente ler em voz alta sempre que possível. Assim, você treinará leitura e fala, além de identificar com clareza as deficiências que devem ser trabalhadas com a ajuda do professor.

4. Converse sobre assuntos atuais

Procure comentar notícias e fatos da atualidade em sala de aula. Política, economia, meio ambiente e tendências comportamentais, por exemplo, são assuntos que sempre estão em evidência e que enriquecem os debates. Para isso, busque fontes de diversos países e perceba as peculiaridades de cada uma delas.

Além de facilitar a imersão no idioma, esse hábito vai, aos poucos, ampliar sua visão de mundo e expandir seus horizontes, trazendo um inegável crescimento pessoal.

5. Converse sobre você e suas atividades cotidianas

Falar sobre você é uma boa maneira de começar a se soltar nas aulas de conversação. Conte a seu professor e colegas de onde você vem, onde vive, quais são suas comidas preferidas e tudo mais que estiver disposto a dividir com eles.

Como vantagem adicional, a exposição de gostos pessoais pode abrir o caminho para que as pessoas te conheçam melhor e se sintam mais à vontade para falar sobre elas também, tornando as aulas ainda mais proveitosas.

Outra boa dica é descrever atividades de seu dia a dia. Comece com as mais simples, como acordar ou escovar os dentes e vá, pouco a pouco, acrescentando complexidade às descrições que fizer, detalhando horários, lugares e sensações.

Se faltar alguma palavra, busque formas de transmitir a ideia principal. Assim, você aumentará seu repertório gradativamente e, em pouco tempo, estará apto a fazer relatos minuciosos.

6. Desligue o telefone

Sabemos que os smartphones podem ser de grande ajuda no estudo de um idioma. Os aplicativos para estudar inglês, por exemplo, são valiosas ferramentas que podem e devem ser amplamente utilizadas.

Em sala, entretanto, o foco deve estar na aula. Nesse ponto, os aparelhos que conectam tudo e todos ao redor do mundo podem se tornar extremamente prejudiciais. Resista à tentação de conversar com amigos ou checar as redes sociais durante as aulas e deixe o celular ligado somente em casos de necessidade. A atenção na conversação e nos ensinamentos do professor é crucial.

7. Monte grupos de estudo e conversação

Montar grupos de estudo e conversação é uma opção interessante para aqueles que desejam praticar o inglês fora do ambiente da sala de aula. Uma de suas vantagens é proporcionar a chance de conversarmos com pessoas com as quais nos sentimos à vontade — o que, para alguns, pode ser um estímulo para falar com mais desenvoltura.

Para isso, encontre pessoas dispostas e que tenham o mesmo objetivo, escolha um local adequado, defina a periodicidade dos encontros e mergulhe de cabeça no idioma. 

8. Pratique com nativos

Quando se sentir confiante o bastante, converse com falantes nativos para reforçar suas habilidades. Sites e aplicativos podem ser boas alternativas para interagir com essas pessoas.

Se houver possibilidade, faça uma viagem a um país de língua inglesa e aproveite a oportunidade de fazer amizades e viver a língua de forma plena. Trata-se, sem dúvidas, de uma experiência inesquecível e que trará ainda mais motivação para a sequência de sua jornada.

Como disse Aristóteles, um dos fundadores da filosofia ocidental: “As raízes do estudo são amargas, mas seus frutos são doces”. Estudar uma segunda língua não precisa ser um martírio, mas o caminho até a fluência é árduo e exige disciplina e motivação. As recompensas, contudo, valem todo o esforço. Mantenha o foco, participe de aulas de conversação em inglês, estude bastante e dedique-se a conquistar esse objetivo. Os resultados não demorarão a aparecer!

Nossas dicas foram úteis? Aproveite para entender o que é e como aprender o inglês corporativo e alavanque suas chances de sucesso profissional!

Sobre o autor

Fluenglish

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter