Dicas

O que são headhunters e qual a sua relação com uma carreira profissional

headhunter
Escrito por Fluenglish

Para se construir uma sólida carreira profissional é preciso muito trabalho, atenção a detalhes e bons relacionamentos. Quem conquista esse equilíbrio pode atrair pessoas especializados no mercado, chamados headhunters.

O headhunter, ou, literalmente, “caçador de cabeças”, é um expert de alto nível que tem por objetivo encontrar os melhores perfis, de acordo com a organização que precisa contratar.

Você já ouviu falar deles? Então, entenda mais a fundo como esses executivos, especializados em recrutamentos externos atuam no mercado. Conheça, também, as melhores formas de ser e encontrado por eles.

Quem são os headhunters?

Um headhunter não é um recrutador. Apesar de em alguns pontos essas duas profissões se encontrarem, o caça talentos vai além. Isso porque, ao contrário do recrutador, ele vai, de fato, em busca dos melhores profissionais.

Outro ponto de diferença é que o “caçador” se assemelha mais a um executivo, ou seja, possui mais flexibilidade e autonomia. Aliás, como o próprio nome sugere, o headhunter é um especialista ativo, ou seja, vai atrás dos talentos.

Portanto, ele nunca tira os olhos do mercado. Uma de suas principais atribuições é pesquisar e manter contínuo relacionamento com sua sólida base de conexões. 

Vale ressaltar, também, que ele atua independente da disponibilidade de uma vaga. Ou seja, seu objetivo é aproximar talentos das organizações em qualquer contexto.

Como surgiu a carreira? 

O termo “caçador de cabeças” surgiu em meados da década de 1950, nos Estados Unidos, devido a uma constante demanda por unir profissionais especializados à empresas. 

Logo, esses executivos tornaram-se famosos. Dentre os principais precursores desta profissão, podemos citar: Sidney Boyden; Spencer Stuart e Russell Reynolds. Estes são nomes que se destacaram por construir uma forte rede de network ao longo de sua carreira.

Qual a formação do headhunter?

Não há um curso específico que o forme. No mercado, é possível ver profissionais das mais diversas formações atuando na profissão. 

De fato, o que “forma” um caçador de talentos são suas habilidades e experiências, além de uma ampla rede de contatos. 

Aliás, ele recebe o que contrata, ou seja, resultados. Nesse sentido, ele deve estar bem alinhado as necessidades das empresas a respeito do que necessitam em termos de contratação.

É importante ressaltar que, devido à natureza e assertividade de seu trabalho, o profissional pode entregar uma boa taxa de redução do turnover para às empresas.

Onde estão os headhunters e como eles trabalham

Eles estão em todo lugar. Mas, é importante ressaltar sua atuação nas redes sociais, sobretudo o Linkedin.

Nesse sentido pontuamos aos candidatos: tenham um perfil profissional bem alinhado em TODAS as suas redes sociais. Afinal, o headhunters fazem uma pesquisa cabal e avaliam os perfis.

Além disso, você pode encontrá-los em eventos, meetups, rodas de conversa e todo ambiente propício para que ele encontre os talentos ideais.

Principais qualidades do caçador de profissionais

Conforme você pôde perceber até agora, ser um caçador de talentos é uma profissão que exige muitas qualidades. 

Confira as principais:

  • possuir uma vasta e qualificada rede de contatos, bem como sempre trabalhar para fortalecê-la e expandi-la;
  • ser conhecedor do mercado de trabalho e ter uma “veia empreendedora” forte;
  • ter vivências no setor de Recursos Humanos;
  • ter visão voltada para as pessoas e os negócios;
  • é preciso ser um líder proativo e ter facilidade na comunicação escrita e oral;
  • é, também, essencial ter iniciativa e confiança em seu trabalho;
  • ser resiliente e persistente;
  • ter empatia e saber ouvir — os dois lados: empresa e profissional;
  • ser agradável com todos e saber administrar o tempo.

Portanto, como você pôde ver, a carreira de um headhunter exige tempo, esforço e dedicação.

Carreira profissional e headhunter: como atrair o caça talentos?

O caça talentos pode auxiliar pessoas a alavancar sua carreira profissional. E não é preciso conhecê-lo basta se preparar para ser encontrado por ele.

Nesse sentido, é essencial criar um perfil atrativo. Afinal, tanto nas redes sociais quanto pessoalmente, sua aparência precisa estar voltada para atrair o caça talentos. 

Nas redes sociais

Crie perfis alinhados com seu objetivo profissional. Vale destacar que o Linkedin é, geralmente a porta de entrada para atrair boas atenções. Por isso, aprenda a criar um perfil campeão na rede.

Além disso, suas outras redes sociais — Facebook, Instagram, Twitter etc — devem estar alinhadas aos objetivos de sua carreira profissional.

Portanto, nunca é demais pontuar que a linguagem, imagens postadas e conteúdo publicado não devem ser ofensivos, sobretudo em relação aos seus antigos empregos.

Na aparência pessoal

Você não precisa seguir um padrão estético para ter uma aparência profissional. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados na forma como se apresenta. 

Lembre-se que as empresas têm expectativas a respeito de seus funcionários. Ademais, uma aparência alinhada e que denote seus valores de forma sutil, pode atrair os headhunters.

No currículo e portfólio

Suas apresentações devem mostrar claramente quais são os seus objetivos de carreira, principais pontos de experiências e habilidades positivas que reforcem seu perfil.

É importante estar ciente que o currículo, além de passar pelas mãos do headhunter, será contemplado pelos tomadores de decisão das empresas.

 

Uma carreira profissional não cai do céu. Ela é fruto de muito trabalho, tempo e dedicação. Os headhunters sabem disso e por este motivo estão na ponta das maiores empresas que desejam fazer um recrutamento assertivo.

No que diz respeito à perfis assertivos, existem conhecimentos indispensáveis, um deles é o domínio do inglês. Você já possui um certificado de proficiência na língua? Entenda a importância do inglês para quem deseja ocupar cargos de liderança

4 passos para atrair a atenção de um headhunter

O britânico James Caan que já fundou e presidiu três empresas de recrutadores e hoje os treina através da Recruiting Guide, oferece abaixo conselhos para quem quer chamar a atenção destes profissionais:

1. Esteja visível

Construir sua carreira significa construir sua própria marca. As pessoas tendem a esquecer isso. Cada experiência profissional que você tiver é uma validação adicional de que você é um expert em seu campo. 

Isso se perde se ninguém sabe sobre você. Portanto, network é chave.

Dê um jeito de estar na frente das pessoas certas e faça uma boa primeira impressão. Você pode conhecer um CEO que te acha ótimo e, pouco depois, há uma oferta na sua caixa de entrada. 

Eu sei que isso acontece porque já fiz antes.

2. Tenha habilidades sociais

É importante ter uma presença forte online se você quiser ser contatado com as melhores oportunidades. 

Muitas pessoas esquecem que os empregadores olham o feed de redes sociais dos candidatos, mas é na verdade uma das ferramentas mais úteis da indústria.

Certifique-se que seu perfil do LinkedIn está atualizado e profissional – novas responsabilidades devem ser constantemente adicionadas e qualquer projeto em que você tenha trabalhado deve ter sua própria seção.

Você também pode considerar enviar seu currículo mais recente para todos os grandes sites de vagas de emprego. 

Headhunters não costumam olhar ali, mas é bom estar visível para recrutadores um nível abaixo já que também existem papéis muito disputados e lucrativos ali.

3. Mantenha contato

Se você foi abordado por um headhunter mas não é uma boa oportunidade para você, não deixe passar. 

Mantenha contato com ele para que pense em você quando a oportunidade certa chegar. Trata-se de construir relacionamentos – deixe que saibam como você está indo em seu trabalho atual e que direção quer tomar.

Essas pessoas têm ótimas conexões, então quanto mais forte for seu relacionamento, maior a certeza de que você está na lista.

4. Seja produtivo

Pode parecer simples e bastante óbvio, mas o melhor jeito de ser notado é ser excelente em seu trabalho. Coisas como networking e construção de marca, que eu mencionei antes, são fundamentais – mas não há substituto real para resultados.

Vá além dos projetos e sempre busque ganhar responsabilidades. Quanto mais duro trabalhar e quanto melhor for o resultado, mais a fama se espalha.

A seguir, listamos em ordem alfabética algumas das principais empresas de headhunter que atuam no Brasil. 

Não se engane pelos nomes em inglês, usados para facilitar o entendimento internacional – muitas delas são brasileiras.

35 empresas de headhunter no Brasil

 

 

Quer saber mais?

Não deixe de conferir o nosso blog para acompanhar os novos conteúdos que temos mensalmente. Caso tenha dúvida é só falar com a gente.

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter