Carreira

Networking: Conheça 6 mitos sobre rede de relacionamentos

Networking
Escrito por Fluenglish

Existem algumas palavras que em determinado tempo ficam na moda. Nunca se falou tanto em relacionamento, rede de contatos, mídia social e Networking.  

Será que as pessoas compreendem esse conceito e o praticam de maneira eficaz? Afinal, como fazer parcerias produtivas e que contribuam para o seu marketing pessoal? 

Continue conosco para constatar que os mitos do networking podem estar mais atrapalhando do que efetivamente contribuindo para sua imagem e para sua carreira.

1 – Networking é ser interesseiro ou falso

Ao contrário da visão de oportunista que muitas pessoas possuem quando se fala em Networking, é necessário ser verdadeiro e possuir a ideia fundamental de toda negociação: prevalecer o “ganha-ganha”. 

Assim como toda relação, seja de amizade, familiar, profissional, para construir um contato com as pessoas, você precisa estar disponível, colaborar, ser sincero e ouvir. 

Essas atitudes são totalmente opostas a falsidade. É apresentar-se como solícito e criar uma rede de colaboração mútua. Todo relacionamento só funciona se for benéfico para ambos, assim você precisa ajudar para ser ajudado no futuro. Entenda melhor como encarar o mercado em tempos difíceis.

2 – Você não precisa de networking se possui excelente emprego

Relações duradouras e efetivamente colaborativas constituem em um investimento a longo prazo. Invista sempre na sua rede de contatos, não somente quando você está desmotivado com seu emprego ou mesmo desempregado ou buscando recolocação.

Ninguém gosta de ser procurado somente quando o outro precisa. As chances de você fazer isso e não conseguir a simpatia das pessoas serão muitas. Max Gehringer, administrador e palestrante, afirma que networking é uma questão de paciência e não de urgência.

3 – Não é necessário networking quando você é eficiente e experiente

Outro mito do Networking é pensar que os profissionais competentes são facilmente absorvidos pelo mercado, não sendo necessário investir em relacionamentos.

Sabe-se que nenhuma reputação é sustentada sem que a pessoa seja competente, no entanto, não basta somente ter habilidades e alcançar resultados, lembrar as pessoas sobre isso é fundamental.

Marketing pessoal dentro da empresa ou mesmo no mercado de trabalho faz com que você esteja sempre na cabeça das pessoas, é o mesmo princípio dos comerciais de TV, rádios e das estratégias de marca das grandes empresas.

Por mais que possua ampla experiência, você sempre pode aprender mais e estar atualizado sobre as novas práticas e teorias, revisar seu currículo e perceber as exigências do mercado para sua carreira é importante. Lembrando que networking não é um atividade egoísta em que uma pessoa se aproveita dos conhecimentos da outra, o sentido de reciprocidade precisa existir.

 

4 – Não fazer Newtworking por você preferir números do que se relacionar com pessoas

Saber ouvir é uma competência rara em uma sociedade onde a maioria das pessoas deseja falar e se mostrar. A habilidade de estar disponível para escutar genuinamente é muito buscada pelas empresas e bastante almejada nos relacionamentos.

Por tanto, caso você tenha certa timidez, prefira ficar concentrado do que sair conversando muito com várias pessoas, não pense que isso seja ruim para você. Ser observador e praticar a escuta é uma excelente maneira de manter contatos.

Você pode buscar também os contatos que já passaram por sua vida, envie uma mensagem para um colega que já estudou com você, faça uma busca na rede de seus amigos e identifique quem você conheceu e não manteve ligação. Aproveite para relembrar histórias em comum que faziam você rirem na época.

5 – Fico sempre nas redes sociais e estou fazendo networking

Grande engano é ficar em tempo integral atrás do computador ou nos aplicativos de mensagem de celulares e pensar que está fazendo networking. 

O teclado nunca substituirá o  encontrar presencialmente. Relacionar-se, ver pessoas, conversar e fazer parte é um instinto saudável ao nosso biológico e psíquico. 

Não fuja dos encontros presenciais, nele seu organismo libera neurotransmissores e novas sinapses são formadas em seus neurônios, proporcionando bem estar e contribuindo para a criatividade. Entenda como ser mais produtivo e criativo.

6- Possuir muitos contatos quer dizer que eles irão ajudá-lo sempre

Administre a expectativa, nem sempre quantidade significa qualidade. Caso ocorra de uma pessoa não poder lhe responder ou não conseguir ajudá-lo, não desista de continuar sua rede de relacionamentos. Diga sim aos convites, todos gostam de pessoas entusiasmadas, que topam um evento, uma palestra ou um simples café.

Desejamos que os mitos do networking sejam quebrados pelos excelentes relacionamentos que você realizar.

Esse foi um conteúdo escrito em parceria com a Ana Carolina Martins da Gente e Gestão RH.

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter