Recursos Humanos

O que fazer se não encontrar candidatos fluentes em inglês no meu processo seletivo?

processo-seletivo
Escrito por Fluenglish

O processo seletivo é uma ferramenta crucial para as organizações. É neste momento em que os gestores reformulam sua cartela de colaboradores que, como sabemos, são a base para se manter num mercado em constante crescimento e mudanças. A contratação de candidatos fluentes em inglês costuma ser questão fundamental para o RH, mas muitas vezes as candidaturas não são satisfatórias.

Para DAVIS e NEWSTROM (1992), as organizações são sistemas sociais. Dessa forma, todo gestor deve entender que os colaboradores compõem e são essenciais na missão de qualquer companhia. Tais pessoas são o capital básico, por meio dos quais, valores e estratégias são colocados em prática e a forma que vem se mostrando mais efetiva para agregar um time são os processos seletivos.

Uma vez que a seleção de funcionários precisa ser assertiva e rápida, deparar-se com candidatos que deixem a desejar e não se enquadram à cultura organizacional da empresa é frustrante para a maioria dos gestores. O que torna o investimento no processo seletivo ainda mais oneroso.

É fato que nem todos os interessados na vaga estarão aptos à realidade de sua companhia, mas quando há uma grande divergência entre o que o perfil desejado e as opções de profissionais a serem escolhidos, tem-se um grande problema. Nesse sentido, muitas empresas têm em comum um entrave nessa fase: a falta de candidatos realmente fluentes em inglês.

O que fazer, então, se não encontrar candidatos fluentes em inglês no meu processo seletivo?

Antes de mais nada, tenha certeza que o processo seletivo foi elaborado corretamente

Dê um passo atrás para entender o que aconteceu. Analise as seguintes questões:

1. O anúncio foi feito de forma correta?

A comunicação detalhou especificamente que a vaga era apenas para candidatos fluentes em inglês? Essa pergunta é essencial até mesmo para se entender a necessidade da segunda língua e se aquele tipo de profissional desejado costuma ter a língua inglesa. A proposta salarial está de acordo com o nível de fluência? Esta também é outra pergunta importante a se fazer.

2. Onde foi realizada a divulgação da vaga?

Foram feitos anúncios em veículos consumidos pelo perfil que você deseja contratar? Os melhores portais (offline e em mídias digitais) foram explorados?

3. Como foi feita a triagem dos currículos recebidos?

Houve tempo hábil para receber boas propostas? O responsável pela triagem dos currículos deu atenção a esse ponto? Para ajudar nesse ponto as certificações são de grande valia, ainda mais quando estas são reconhecidas no mercado.

Não tire conclusões sem esta análise prévia. Muitas vezes alguns desses detalhes podem fugir à atenção e comprometer todo o processo seletivo. É importante lançar olhar crítico em busca de gaps em toda o sistema e busque sanar estes problemas internos.

Realize testes de proficiência e treine os funcionários da sua equipe

Muitas vezes, o objetivo de se contratar um novo profissional pode ser a necessidade de suprir a carência da equipe, como a própria falta de um representante fluente em inglês.

A multinacional de recrutamento, Hays levantou uma pesquisa com as 10 habilidades em falta no mercado de trabalho e a primeira listada pela Época Negócios é “línguas”. A pesquisa foi realizada em 33 filiais da companhia pelo mundo e destaca a necessidade de o profissional ter conhecimento em mais de um idioma.

No entanto, simplesmente abrir um processo seletivo para se atingir esse objetivo pode não ser a melhor solução. Fidelize seus funcionários por oferecer-lhes o conhecimento em língua inglesa.

Muitas vezes a solução de um problema organizacional pode ser feita internamente. Isso acontece por meio da aplicação de testes de proficiência, para se entender o nível de fluência do pessoal e oferta de capacitação.

Analise aqueles que já estão envolvidos na cultura organizacional, habituados à rotina de trabalho e que tenha um perfil promissor e ofereça-lhes cursos para melhorar sua fluência em inglês.

Este pode ser um dos melhores exemplos de sustentabilidade que uma companhia possa adotar.

Realize novamente o processo e certifique-se que a divulgação foi feita corretamente

Caso sua seleção em busca de candidatos fluentes em inglês não tenha dado certo não desista. Analise possíveis gaps no planejamento e execução do processo seletivo, conforme apontamos, e faça as melhorias necessárias.

Não se esqueça de que é essencial deixar claro o pré-requisito de fluência na descrição da vaga e divulgar o anuncio nos meios apropriados para seu público-alvo.

Então, mantenha a vaga aberta até encontrar o profissional tão desejado. É interessante, ao mesmo tempo, providenciar o treinamento aos colaboradores, conforme mostramos. As duas opções em conjunto podem trazer resultados ainda melhores.

 

Processos seletivos são ferramentas de grande valor à uma instituição, desde que realizados de forma correta e eficaz. Mas, mesmo com toda a dedicação, o profissional de RH pode se deparar com a falta de candidatos fluentes em inglês na hora da entrevista.

Caso este seja um problema na realidade do seu negócio ou você deseje evitar isso, leve em consideração estes três fatores:

Tenha certeza que o processo seletivo foi elaborado corretamente:

Desde a identificação da necessidade de um novo profissional, confecção do anúncio da vaga e escolha do meio de divulgação até a triagem dos currículos, o foco deve estar bem claro. Não tire conclusões precipitadas acerca antes de analisar estas fases prévias.

Realize testes de proficiência e treine os funcionários da sua equipe:

Considere criar um ambiente sustentável e oferecer testes de proficiência e cursos de idiomas aos seus funcionários e faça com que a sua companhia seja realmente sustentável.

Realize novamente o processo seletivo e certifique-se de que a divulgação foi feita corretamente:

Não contrate um novo colaborador a menos que esteja certo de que ele é o ideal para o cargo. Após a análise do planejamento do processo seletivo, certifique-se de que corrigiu os gaps e mantenha a vaga aberta em busca dos candidatos fluentes em inglês. Sua empresa pode adotar essa estratégia em conjunto à proposta de cursos de idiomas aos colaboradores já consolidados.

Faça esta análise em sua empresa e tenha melhores resultados na busca por candidatos fluentes em inglês.

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter