Inglês Corporativo

Com que frequência é necessário realizar um teste de proficiência em inglês?

teste-proficiencia
Escrito por Fluenglish

Com o passar do tempo, a tendência natural da maioria dos profissionais é se acomodar em suas funções e exercer apenas a média daquilo que sua gestão espera.

Isso se dá não somente em relação à proatividade ou entrega de resultados, mas também em relação à falta de aprimoramento.

No entanto, os gestores podem usar uma ferramenta estratégica para estimular sua equipe a sair da zona de conforto: o teste de proficiência.

A estagnação desestimula não somente os líderes como também o próprio colaborador. De acordo com estudos realizados pela Page Personnel, (empresa global de recrutamento especializado de profissionais técnicos e de suporte à gestão) apontaram que um em cada três funcionários se demitem.

E o motivo disso? O baixo estímulo e o sentimento de que a sua carreira está paralisada.

Portanto, para estimular seu time, e ainda diminuir o índice de rotatividade, o gestor precisa instigá-los a dar o seu melhor. E as empresas que têm uma cultura de incentivo pela busca do conhecimento acreditam que essa máxima é o que os move em direção ao sucesso.

Para Thierry Fournier, CEO da Saint-Gobain para Brasil, Chile e Argentina, “a alta liderança é completamente engajada no assunto. Temos uma agenda global que discute o tema.

Nossa política de gestão é baseada em quatro pilares: mobilidade profissional, diversidade das equipes, engajamento dos colaboradores e desenvolvimento de talentos (…) Fomentamos cultura inovadora e engajada. Possuímos equipes multidisciplinares e acreditamos que o trabalho integrado e em equipe garantem nosso crescimento.”

Nesse sentido, retomamos a máxima: estamos inseridos num mercado globalizado e a ferramenta mais importante para se manter competitivo nele é fluência na língua inglesa. Mas como garantir a qualidade do domínio do idioma da sua equipe?

Qual a importância de um teste de proficiência?

Para manter o desempenho ideal de uma equipe é necessário mostrar para seus funcionários que o investimento em cada pessoa é tão crucial para o crescimento da empresa, aliás, são eles os grandes responsáveis pelo sucesso da organização.

Mas, antes de capacitar o seu time, é preciso identificar os gaps de conhecimento que eles possuem na prática. No caso do inglês, o teste de proficiência na língua é o start para isso.

O que é um teste de proficiência?

O teste de proficiência é definitivo para apontar o nível do domínio de qualquer pessoa em determinada língua. Por meio dele são apontados os níveis de conhecimento do avaliado em: escuta, leitura, fala e escrita. Com o resultado em mãos o gestor poderá direcionar melhor o aprendizado de sua equipe de acordo com os gaps de competência.

Por exemplo, caso o gerente do comercial esteja com o inglês defasado em escuta e fala isso poderá ser um problema, pois ele é o ator principal em negociações com clientes estrangeiros. Mesmo que no momento sua empresa não esteja alçando conquistar compradores de outros países, a falta de proficiência desse profissional com certeza será um problema em algum momento.

Antecipar o problema e capacitar os colaboradores é uma atitude inteligente. Por aplicar o teste de proficiência agora, este gestor poderá identificar o problema e tomar as medidas cabíveis.

Qual a melhor frequência para o teste?

É necessário realizar o exame com certa frequência para se garantir a qualidade da fluência da equipe e a frequência para vai depender da estrutura de equipe que está aos seus cuidados.

Então, caso seu time de funcionários não tenha rotatividade, ou uma porcentagem desconsiderável, o indicado é que seja aplicado a cada quatro meses. Porque? O motivo disso é que a língua, como todo conhecimento aprendido, precisa de exercício. Portanto é preciso avaliá-lo com com essa frequência.

No caso de equipes que tenham rotatividade o indicado é que se aplique a avaliação a cada dois meses. Isso porque com uma alta rotatividade de membros, é preciso observar os gaps com mais frequência na equipe para evitar que uma possível situação indesejada saia do controle.

Atenção: mesmo com as análises periódicas, é essencial que se faça o exame de fluência no processo seletivo. Ele é o primeiro passo para manter a qualidade de sua equipe.

O que fazer após o resultado do teste de proficiência

Após a avaliação, o gestor precisa analisar os resultados e orientar o time a trabalhar para que os gaps encontrados sejam resolvidos. Com o passar do tempo, a gestão terá um histórico detalhado do desempenho de cada profissional, o que é uma excelente ferramenta para os feedbacks.

Assim, oriente sua equipe nas melhorias necessárias em relação à língua e não deixe de acompanhar esse desenvolvimento.

Realizar teste de proficiência nas equipes é essencial para sobreviver num mercado cada vez mais globalizado. Por meio da avaliação de escuta, leitura, fala e escrita o exame aponta o nível do domínio de cada funcionário e com os resultados em mãos, o gestor poderá direcioná-los a se empenhar em sanar os possíveis gaps.

Aplique o teste de proficiência periodicamente para manter a qualidade fluência de seu time. O indicado é que seja feito a cada quatro meses quando a empresa não tem rotatividade e a cada dois meses caso exista uma rotatividade considerável.

Quer saber mais?

Se você está preocupado em ser assertivo na hora de avaliar seus funcionários confira aqui os 7 erros comuns na análise de desempenho dos colaboradores.

Sobre o autor

Fluenglish

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter