Carreira

People Analytics: o que é e qual a sua importância para o RH?

people-analitycs-rh
Escrito por Fluenglish

A diversidade é louvável. É por meio dela que as empresas conseguem apresentar diferentes soluções ao consumidor e, consequentemente, atrair um público mais amplo. Tal característica também é encontrada entre os colaboradores. O fato é que até pouco tempo atrás entender e alinhar os comportamentos distintos de profissionais não era algo simples. Foi então que surgiu o People Analytics.

O método se tornou uma premissa básica para as organizações que desejam alcançar uma alta performance e reter os melhores talentos. A seguir, explicaremos melhor sobre do que ele se trata, quais as suas vantagens, seu funcionamento e também a maneira correta de implementá-lo na empresa. Confira!

O que é o People Analytics?

O People Analytics pode ser definido como um método de análise de comportamento de colaboradores por meio da mineração de dados, a fim de ajudar gestores a tomar decisões sobre a força de trabalho da empresa. O processo junta tecnologia, estatística e experiência para estudar os colaboradores, a fim de alinhá-los melhor aos objetivos organizacionais.

Os dados que embasam o trabalho podem ser advindos de fontes diversas. Entre elas, podemos destacar os e-mails, redes sociais corporativas, curva de aprendizado, desempenho em treinamentos, entre outros. Resumidamente, o People Analytics torna a gestão de pessoas mais eficaz e guiada por dados consistentes.

Como ele funciona?

Como dissemos, o People Analytics analisa dados de diferentes fontes. No entanto, isso não acontece de forma isolada. Ou seja, a empresa precisa de um software para realizar essa compilação e que seja capaz de separar o que é importante do que é mero detalhe.

A partir desses dados, é formada a base que pode ser utilizada com diferentes objetivos. Isso dependerá do foco da gestão de pessoas, como identificar problemas ou pontos de melhorias, tendências de comportamento, baixa produtividade da equipe ou desmotivação, entre outras questões. Apesar de todos esses pontos serem passíveis de investigação, a empresa precisa trabalhar cada um deles individualmente.

Isso porque fazer uma análise superficial pode não trazer nenhum resultado. À medida que for concluindo cada uma das análises, a organização pode (e deve) cruzar as informações obtidas para ter um panorama mais completo do negócio. A partir disso, ela traçará as estratégias e poderá melhorar o desempenho organizacional em diferentes frentes.

Quais são as suas vantagens?

Para que você entenda melhor as vantagens do People Analytics, mostraremos o exemplo de uma das empresas que foi pioneira no uso do método e os resultados obtidos por ela.

O negócio em questão é o maior buscador da web e uma das empresas de tecnologia mais famosas do mundo: o Google. A companhia queria recrutar candidatos com maior eficácia, visto que recebia muitos currículos e nem sempre obtinha resultados satisfatórios.

A empresa reconheceu, por exemplo, barreiras que prejudicavam a diversidade no ambiente de trabalho. Mas não só isso. Ela precisava também melhorar os processos de seleção e evitar erros na hora das entrevistas. Com o People Analytics, ela não só conseguiu resolver tais problemas, como também aperfeiçoou a atuação do RH, sendo reconhecida como uma das melhores empresas para trabalhar. Após esse exemplo, é hora de conhecer outros benefícios da implementação do método.

Contratar melhores profissionais

Um dos processos em que o People Analytics tem mais poder é justamente o recrutamento e seleção. Ao obter informações sobre o comportamento dos colaboradores, a empresa também é capaz de analisar quais são os gaps e competências que precisam ser supridos. Consequentemente, ela pode embasar a contratação de profissionais focada nas necessidades reais da organização.

Reter talentos

Uma das maiores preocupações dos gestores é com relação à retenção de talentos. O estudo da Deloittesobre People Analytics mostrou isso em vários pontos, destacando a importância desse fator para a melhora na performance organizacional como um todo.

O método ajuda os gestores a compreender quais benefícios são mais atraentes para os colaboradores, os aspectos que os fazem ser mais produtivos e motivados no ambiente corporativo, entre outros pontos. A partir disso, a empresa consegue encontrar estratégias para retê-los.

Fazer treinamentos mais eficazes

O People Analytics ajuda a entender não só as reais necessidades do colaborador, mas também as da empresa. A partir dele, os gestores podem montar treinamentos mais específicos e que desenvolvam os profissionais de acordo com os objetivos corporativos. Além de gerar economia, os treinamentos direcionados apresentam resultados mais satisfatórios para ambas as partes.

Qual a maneira certa de implementá-lo na empresa?

Depois de conhecer alguns dos benefícios do People Analytics, confira algumas dicas sobre como implementá-lo e garantir mais resultados em menos tempo:

Leia livros e artigos sobre o tema

Procure aprender a fundo sobre o tema. Para isso, é importante ler artigos, livros e outros materiais sobre o assunto. Com a velocidade das mudanças na tecnologia, é essencial estar atento para não perder as novidades. Não se esqueça de procurar conhecer melhor sobre cases de sucesso e entender como as outras organizações têm aplicado o método e quais os resultados obtidos.

Invista em atualizações

Outro tópico importante diz respeito ao investimento em atualizações constantes. Hoje, o RH tem a possibilidade de aprendizado online e presencial com cursos de curta, média e longa duração. Logo, é essencial procurar uma atualização em People Analytics que não só atenda às suas necessidades, como também seja proveitosa para a empresa.

Envolva a equipe de marketing

O sucesso da implementação do People Analytics também depende da aprovação dos colaboradores. Por isso, conte com a equipe de marketing para elaborar estratégias e ações para divulgar as mudanças que serão feitas, sempre procurando inserir os funcionários no contexto. Entre os tópicos a serem abordados, vale a pena focar nos resultados esperados e em como isso afetará o trabalho da equipe.

Adote uma ferramenta

Por último, mas não menos importante, está a adoção de uma ferramenta intuitiva, moderna e que atenda bem à empresa. É importante procurar um instrumento que possa ser facilmente introduzido na equipe e que ao mesmo tempo tenha um desempenho avançado, permitindo que você tome decisões mais consistentes.

A implementação do People Analytics exige um bom planejamento por parte da empresa. Feito isso, será bem mais fácil obter resultados satisfatórios e também fazer escolhas que tragam mais benefícios para a organização e seus colaboradores.

O método é uma das tendências que mais têm chamado a atenção no RH. Quer conhecer outros exemplos? Então, não deixe de ler o nosso artigo sobre o assunto, clique aqui e saiba mais!

Sobre o autor

Fluenglish

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer saber mais sobre as novidades em RH?Inscreva-se em nossa newsletter